Pesquisar este blog

segunda-feira, 3 de novembro de 2008

Um pauzão no museu


Eis o pênis do monge Rasputin, o monge russo que exerceu uma enorme (E-NOR-ME!) influência na dinastia Romanov, nos momentos em que antecederam a Revolução Russa, foi morto por ser alvo de denúncias de espionagem para a Alemanha durante a primeira guerra mundial. Morreu após ser fuzilado, castrado e jogado no rio Neva. Seu pênis (conservado em alcool durante todos esses anos) está no primeiro museu erótico da Rússia, localizado em São Petesburgo. O mega pênis de Rasputin de 28 cm tornou-se a maior atração.

Vi aqui.

3 comentários:

Jeferson disse...

Estou passado,bege,choquê, ou o que vc quiser...

Anônimo disse...

ainda bem,que está em conserva,:porque senao essa loira seria a primeira a levar.

Anônimo disse...

Essa loira tá com agua na boca!