Pesquisar este blog

quarta-feira, 22 de outubro de 2008

Derrotado

"Quem foi que viu a minha Dor chorando?! Saio. Minh'alma sai agoniada. Andam monstros sombrios pela estrada E pela estrada, entre estes monstros, ando!" (Augusto dos Anjos)

Não estou muito bem. Estou me sentindo humilhado, desiludido. "Ele está muito feliz, por isso", diria Lispector. Mas não estou. "Melancolia! Estende-me a tu'asa! És a árvore em que devo reclinar-me...". Por que mesmo que isso tinha que acontecer?!

Um comentário:

mano maya kosha disse...

mais do que uma razão para acontecer, é um sentido que se ganha por viver, sobreviver ao dia pra ver o que resta pra te acontecer ..