Pesquisar este blog

quinta-feira, 21 de agosto de 2008

Minha vida sem olimpíadas


Está sendo interessante a experiência de boicotar as olimpíadas. Vendo de fora, a coisa parece bem menos importante e todo espetáculo nada mais seria do que uma grande criação midiática (não desmerecendo o esforço dos esportistas envolvidos). São óbvios os motivos que me levam a boicotar as olimpíadas com todos os “problemas” que tem a China (ambientais, políticos e sociais). Mas está difícil escapar disso integralmente, pois está em todos os lados e em todas as conversas. Na academia que tenho malhado a TV fica bem em frente às esteiras tenho que colocar meu mp3 no último volume e desviar o tempo todo o olhar (o que não é difícil em uma academia!). Minha mãe e alguns amigos costumam dizer: “Mas de que adianta você fazer isso? Não vai mudar nada”. Bem, é uma questão de consciência, apenas não quero compactuar com isso!

Entretanto, as Olimpíadas deste ano, sim, sendo um nadinha contraditório, trouxeram coisas interessantes. Uma delas é o blog Bronze Brasil 2008, que cobre e torce não pelo ouro mas pelos bronzes, numa cobertura irônica e bastante engraçada. Outra é que com o fracasso do futebol masculino, as pessoas têm torcido pela equipe feminina de futebol, muito mais eficaz (e pobre). Futebol não era coisa de homem?


Nenhum comentário: