Pesquisar este blog

terça-feira, 1 de abril de 2008

Surpreenderá a todos, não por ser exótico,...

...mas pelo fato de poder ter sempre estado oculto quando terá sido o óbvio. (Velô)

Que grandeza... a evasão total do pejo
Que nasce das imperfeições.
Aceitará Deus o amor como eu o encaro ?...
Para os deuses as coisas são mais coisas.
Não mais longe eles vêem, mas mais claro
Na certeza da Natureza
E da vida...
E os meus olhos se movimentam
Procuram por qualquer coisa que venha do céu
As estações do ano passam por mim
Verão, outono, inverno, depois a primavera
Minúsculas eternidades
deglutidas por mínimos relógios
ressoam na mente cavernosa.

Não, ninguém morreu, ninguém foi infeliz.

Eu me apropriando.

Nenhum comentário: