Pesquisar este blog

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2008

Vamos carnavalizar a vida, coração! Somos muitos carnavais!


CHUVA, SUOR E CERVEJA
O melhor do carnaval é o fato de inverter a realidade. O carnaval permite que se nverta a política, ou seja, o que é comum à cidade. Tudo fica do avesso:

"(...) Tudo acontece ao contrário, já que o tempo está invertido. Inversão do dia e da noite: (...). Inversão de sexos: os homens vestem-se de mulher (...). Inversão social: (...); os escravos comem com os senhores e podem dar-lhes ordens. (...)." (Georges Minois, "História do Riso e do Escárnio")


Meu carnaval por dia:
Sábado - Travestido, me joguei no Bloco dos Piranhas rebolando até o chão. Cantando "É o bloco das piranhas sempre atrás de um freguês!"
Domingo - Bloco surpresa bombando! Meu amigo Bruno veio pra cá pra Barra. Fiquei muito bêbado e Fernanda também. O surpresa está meio que renovado com novos vocalistas. O tema principal desse ano foi o caso Renan...
Segunda - Bloco dos mascarados. Pedro veio até em casa. Aproveito para falar de como havia gente linda e gostosa, esse ano, no carnaval da Barra do Jucu. E de como tocou nos carros a dança do Créu!!! Tocou milhões de vezes! Mas eu adorei e fui até o nivel 5 em todos!
Terça - O dia mais bombante de todos! Bloco Surpresa dando o mlhor de si e o público se jogando. Os carros alegoricos sairam denunciando questões da politica nacional. Mônica Veloso linda e sexy numa mansão e Renan Calheiros distribuindo dinheiro. Houve um momento em uqe fizeram uma vaca voar soltando fogo pelo rabo remomorando o que aconteceu com Mauricio de Nassau a 364 anos no Recife. Foi o dia em que fiquei mais bêbado de todos (no carnaval pode)!
Quarta - Quarta da Porca já tradicional na Barra. Esse ano a porca se casou com um javali! Talvez tenha sido o ano que mais lotou!


Bem, acabou. Agora só o ano que vem! "E cada qual no seu canto e em cada canto uma dor tudo tomou seu lugar depois que a banda passou!"

Nenhum comentário: