Pesquisar este blog

quinta-feira, 31 de janeiro de 2008

Nietzsche-dá!

Um parto

"É preciso ter um caos dentro de si para dar à luz uma estrela cintilante." (Nietzsche)

Contorcia-se histérica de dor e alegria orgástica

Com os tecidos da barriga estirando-se parafrásica.

Dilatava-se de pernas abertas tendo hemorrágicas cólicas, feliz por tê-las.

Combates internos mexiam-lhe todo o corpo

O amor e o fascínio da descoberta

A vagina rasgada ao meio

Um clarão sai-lhe de dentro e ilumina todo o quarto.

As extremidades superior e inferior

Sangram, sagram-se...

A uma estrela cintilante é dada,

Enquanto dá,

A luz.

E a incômoda presença satânica

Daquele senhor de bigode no canto da sala

Estendendo a mão?

“Sim, Fredi! Também quero estar prenhe de caos.”

Nenhum comentário: